Subsídios Férias e Natal em Duodécimos – SIM ou NÃO?

Subsídios Férias e Natal em Duodécimos – SIM ou NÃO?

Pagar os subsídios em duodécimos? Esta é uma questão que nos colocam com frequência, especialmente no início de cada ano. Desta vez, pedimos a duas empresárias que partilhassem a sua experiência e opinião – Paula Sousa Gomes paga à sua equipa em duodécimos e recomenda este método. Maria Lourenço já pagou os subsídios mensalmente, mas voltou a pagá-los por inteiro e explica porquê.

SIM

«Para mim começar a pagar os subsídios de Natal e de férias em duodécimos foi UM DESCANSO! Deixei de ter a preocupação de pagar a cada colaborador antes do seu período de férias e o stress em termos de tesouraria de pagar o subsídio de Natal a todos, de uma só vez, em Dezembro. Para os colaboradores também foi positivo porque têm mais dinheiro disponível no final do mês, que podem utilizar para os seus gastos ou poupar.»

Paula Sousa Gomes – Grupo Best Look

NÃO

«Pagar os subsídios de Natal e de férias de uma só vez e não em duodécimos é vantajoso para a minha empresa. Como tenho vários colaboradores, o valor que despenderia para pagar os duodécimos corresponde a um subsídio por mês. Por outro lado, noto que os nossos colaboradores preferem receber os subsídios de uma só vez. Assim, consigo agradar a equipa e ter um bom controlo financeiro da empresa.»

Maria Lourenço – Grupo Maria Lourenço Cabeleireiros

By | 2017-06-09T16:41:39+00:00 25 Janeiro, 2017|contabilidade, gestão, Salários, Sem categoria|0 Comments

About the Author:

AP Consulting é uma empresa de consultoria especializada nas áreas de gestão, marketing, marketing digital e redes sociais, sites e publicidade.

Leave A Comment